A decolagem de um sonho...

Este projeto teve início no final de 2003, quando começamos a coletar material para o conteúdo de um site comemorativo. Foram muitos os colaboradores e quando já estávamos prestes a iniciar, tivemos que adiar a publicação por motivos profissionais. Entretanto, o tempo passou e finalmente publicamos em formato de blog, com novos materiais que então sendo agregados diariamente. Vamos nos esforçar para ser o maior ponto de referência desta aeronave na internet, sem a pretensão de esgotar o assunto.

A história do Bandeirante é a própria história da Embraer e do início de uma carreira vitoriosa para a indústria aeronáutica brasileira. Nasci junto com este projeto e sinto muito orgulho de hoje poder homenagear esta maravilhosa aeronave que, sob todos os aspectos, mostra-se insuperável na sua categoria. O papel do Bandeirante no processo de integração nacional é fabuloso (que o diga a FAB com sua versão C-95) e hoje, para o nosso deleite, é possível vê-lo presente em praticamente todos os aeroportos nacionais. O “bandeco”, como carinhosamente é chamado por seus admiradores, é fruto de um sonho e de muita determinação de seus construtores.

Convido você a ser co-participante neste projeto, comentando, divulgando e até contribuindo com algum material que possa agregar informação para os nossos leitores.

PS: A aeronave que ilustra nosso blog pertence ao amigo Cmte. Carlos Edo, um verdadeiro entusiasta de tudo que diz respeito à aviação.

“Emb-110 , vôo autorizado. Livre decolagem!”

2 comentários:

  1. Fico em dúvida, numa reportagem de Ozires Silva à Seleções ele cita Hugo Piva como o piloto que voa primeiramente o Bandeirantes, engano meu?

    ResponderExcluir
  2. Sim, foi engano. Os primeiros pilotos do Bandeirante foram o Major José Mariotto Ferreira e o Engenheiro Michel Cury. Ambos treinados previamente na França como piloto e engenheiro de ensaios.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo teu comentário. Ele será lido pelo moderador e em seguida publicado.